fbpx

Dropshipping: o que você precisa saber sobre essa modalidade

Conheça melhor este novo método de atendimento de varejo

Toda loja que trabalha com produtos conhece o termo “permuta”. Na prática, é quando o fornecedor entrega a mercadoria ao lojista, mas só cobra depois que a venda ao cliente final é realizada. Existe hoje, porém, um método bem similar, mas que funciona de maneira oposta: o dropshipping. Nesta modalidade, em vez de uma loja estocar os produtos, ela compra de um fornecedor terceirizado. Os produtos, então, são então enviados diretamente ao consumidor. Dessa forma, o vendedor não precisa manusear o produto diretamente e só recorre ao fornecedor após já ter efetuado a venda. 

O dropshipping, assim, é um modelo de negócio online moderno que requer pouco investimento inicial. Para a loja, esse é um processo basicamente automático. O comerciante não precisa fazer o pedido de estoque ou atender aos pedidos de nenhuma forma. Em vez disso, o fornecedor terceirizado cuida do próprio produto. O método é uma nova opção que tem chamado a atenção de lojistas porque não exige tanto quanto o modelo de varejo tradicional. Você não precisa abrir uma loja física ou estocar produtos. O processo é inteiramente feito online, tendo a compra sendo realizada com fornecedores que já possuem produtos e espaço de armazenamento.

O que é?

Sendo assim, o dropshipping pode ser entendido como um modelo de negócios que você usa para administrar uma loja online sem estoque. O método auxilia na venda de produtos diretamente do atacadista para os clientes. Como varejista, tudo que você precisa fazer é disponibilizar um catálogo de produtos online, mas sem a necessidade de manter nenhum tipo de estoque.

Cada vez que um cliente fizer um pedido, a loja encaminhará ao seu fornecedor. Este, por sua vez, enviará o produto diretamente ao comprador. O lojista, assim, não cuida de detalhes como embalagem ou envio. A operação envolve três partes: fornecedor, varejista e consumidor. 

Fornecedor

Será responsável pelo atendimento do seu pedido, incluindo o envio, e pela manutenção do estoque físico

Varejista

Cuida do catálogo de produtos em uma loja online, incluindo imagens, informações e detalhes da venda, assim como pela divulgação do produto, manutenção da plataforma online, SAC e logística reversa

Consumidor

Realiza a compra com o varejista, mas recebe o produto do fornecedor

O varejista, dessa maneira, recebe uma notificação de venda e encaminha o pedido ao seu fornecedor. Este, por sua vez, envia o pedido ao consumidor, mas recebe o pagamento do varejista. 

Conquistar clientes

No Dropshipping, o varejista é o principal responsável por obter clientes e processar pedidos, o que significa que atuará, efetivamente, como um intermediário. Apesar disso, é quem obtém a maior parte do lucro, pois acaba vendendo por um valor maior do que o fornecedor. Ao consumidor, fica a certeza de que a loja online terá um catálogo que atenda suas necessidades, sem que precise “caçar” pelo produto. Da mesma maneira, o fornecedor não precisa se preocupar em encontrar os consumidores, já que isso será feito pelo varejista.

Trabalho facilitado

Por isso, o dropshipping significa menos trabalho para todas as partes envolvidas. Ao lojista, o modelo de estoque requer um depósito para armazenar os itens que irá vender, assim como contratar mais funcionários para lidar com este estoque. O dropshipping, por outro lado, não requer espaço de armazenamento, pois o fornecedor se encarregará dos envios diretos. O varejista pode gerenciar seu e-commerce remotamente e individualmente. Basicamente, as únicas coisas pelas quais o lojista é responsável são a coleta de pedidos e o atendimento ao cliente direto.

Além disso, o modelo de negócios não precisa mudar muito mesmo quando há aumento do volume de vendas. O trabalho é mais direcionado em vendas e marketing à medida que cresce, mas o dia a dia da administração do negócio permanece praticamente o mesmo. Ou seja, os custos não disparam quando você escala. Por causa disso, é mais fácil continuar crescendo do que em modelos tradicionais.

Cuidados e responsabilidades

Por sua vez, a responsabilidade aumenta no modelo dropshipping pois é o varejista quem assegura que o produto será entregue de forma correta, mesmo que seja o fornecedor quem irá, na prática, cuidar disso. Neste caso, é preciso confiança e segurança ao trabalhar com os fornecedores. Se a loja estiver adquirindo produtos de vários fornecedores, poderá ter alguns problemas. Cada um de seus fornecedores pode usar uma solução de remessa diferente, o que representa um problema para a loja e seus clientes. Os custos podem ficar altos e o envio de vários produtos pode ser problemático.

Por isso, um dos principais cuidados do dropshipping é que o varejista não tem muito controle sobre certos aspectos do processo deste método, como estocagem de produtos, atendimento de pedidos e envio. Você precisa confiar que seus fornecedores farão tudo certo e trabalharão perfeitamente. Essa falta de controle pode ser desagradável e precisa que haja confiança em todos os fornecedores envolvidos, o que pode não ser tão simples. 

O varejista é apenas uma peça de toda a estrutura. Uma operação de dropshipping bem-sucedida depende, assim, de várias partes trabalhando juntas e em sincronia. A cadeia de suprimentos é exatamente isso: a coordenação do fabricante, fornecedor e varejista. De toda forma, o dropshipping é uma prática cada vez mais comum dentro do varejo online e certamente precisa ser observada com cuidado daqui pra frente.

notícias e insights

Confira as principais novidades da Maeztra e também do mundo do e-commerce.

notícias e insights

Confira as principais novidades da Maeztra e também do mundo do e-commerce.

notícias e insights

Confira as principais novidades da Maeztra e também do mundo do e-commerce.