fbpx
ecommerce faz parte dos planos da vasta para crescer na america latina

Livro Fácil: e-commerce faz parte dos planos da Vasta para crescer na América Latina

Registro na bolsa de valores é estratégia para ampliar atuação da holding no ensino básico

A Vasta, subsidiária da Cogna, acaba de dar um passo importante para expandir sua atuação no mercado de educação brasileiro. Prestes a abrir capital na bolsa de valores de tecnologia Nasdaq, nos Estados Unidos, a empresa pretende investir também em ações voltadas ao ensino básico. Antes, a multinacional focava exclusivamente no ensino superior. Essa decisão é também reflexo do protocolo público para registro da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) junto à SEC (Securities and Exchange Commission). Desde 6 de julho, quando oficializou o pedido, as ações da Cogna no Brasil subiram mais de 30%, conforme explica matéria da Exame. 

Dentro dessa nova estratégia de ampliação das atuações, está também a participação da Livro Fácil. Fundada em 1991, hoje atua como e-commerce de materiais e conteúdos educacionais e faz parte dos serviços de gestão para as escolas que a Vasta oferece. O objetivo da Livro Fácil é desonerar os colégios das responsabilidades relacionadas à venda do material didático, de forma que possam se focar em prover uma educação de excelência. Assim, trabalha junto às escolas para suprir seus conteúdos e materiais. Hoje, conta com mais de 200 parceiros distribuídos em todo o território nacional.

A Livro Fácil faz parte de uma estratégia da Vasta em atuar como “parceiro para tudo” das escolas particulares. Conforme mostra a matéria da Exame, analistas apontam que o potencial de atuação da empresa fazer crescer a importância da educação básica na receita da Cogna, que representou 29% ano passado, ante 12% em 2018. Por isso, irão aumentar as ações no ambiente online voltados para a administração das escolas, incluindo sistema de gestão, marketing digital, marketplace de bolsas de estudos e serviço de matrícula online.

Com um site evoluído pela Maeztra, a Livro Fácil será peça importante nessa estratégia. Hoje, a loja virtual da empresa possui maior controle dos produtos cadastrados e ofertados para o usuário final de acordo com a escola e ano letivo do aluno. Para isso, realizamos a diferenciação em sua jornada de compra, o que inclui uma tela a mais para o pré-carrinho. Dessa forma, recriamos toda a interface de maneira a trazer maior organização na entrega de livros para o aluno ao longo do ano. 

Outra  alteração que a Maeztra incluiu no e-commerce da Livro Fácil foi no comportamento da funcionalidade “Avise-me”. Isso porque, para produtos de lista de sistema de ensino, não havia a possibilidade de tirar a pessoa do fluxo de compra já que não não existia uma página de produto individualizada. Isso agora já é possível, o que trouxe mais facilidade na jornada de compra do cliente. 

De acordo com a matéria da Exame, a Vasta afirma que seu mercado potencial era de 25,3 bilhões de reais em 2018, sendo 12,9 bilhões de reais só para a Plataforma Digital, divisão da empresa onde está a Livro Fácil. Eles esperam que esse mercado mais que dobre até 2030 e chegue a 54 bilhões de reais, sendo 26,6 bilhões de reais para a Plataforma Digital.

On Trend

Nossos Insights